Como Claude virou meu plano B

Existem pessoas mais ou menos organizadas, mais ou menos planejadas, existem pessoas que não ligam para nada disso e seguem a vida num tranquila, numa boa. Não sou dessas; costumo ter um plano para tudo e só agora, aos poucos, estou aprendendo a não surtar quando esses planos não funcionam (minha forma de lidar com isso é criar desde o princípio planos de contingência, como se a vida e os encontros fossem uma empresa de TI que precisa rapidamente lidar com a perda de informações confidenciais).

Assim, quando combinei de tentar encontrar um casal de amigos em um bloco pré-carnaval, já fui sabendo que possivelmente nem chegaria até o local do bloco.  Minha carta na manga: se não der pé, faço o retorno pelo Rua X, pego a Rua Y e consigo fugir da bagunça e almoçar calmamente nesse sábado nublado ali no restaurante do Claude.

Nesse caso, o restaurante do Claude era o CT Trattorie, no Jardim Botânico, bem próximo ao famoso Olympe. Na casa, onde já funcionou o saudoso Bistrô 66, hoje funciona essa empreitada mais low profile do Claude, cuja especialidade é a culinária italiana.

Com o carro no valet, uma câmera semi-profissional debaixo do braço e um sentimento de alívio por ter pensado nesse plano B, nos acomodamos, o namorado e eu, numa mesa para 2; eu no sofá, ele na cadeira. IMG_4214Aceitei a carta de vinhos e, com o dono é francês, achei de bom tom seguir o clássico costume do pichet: um tinto, Côtes Roannaise, suave e agradável, desses que agradam gregos e troianos  .

O couvert veio mesmo sem a gente pedir: focaccia, quentinha, com a casca bem crocante, queijo de cabra temperado com azeite e pimenta vermelha e azeite da casa à vontade. Gastronomicamente falando, não nos arrependemos do couvert, mas ele segue sendo uma espécie de roubo institucionalizado pelos restaurantes que cobram muito por algo tão trivial.

IMG_2414Na hora de pedir os pratos principais, fui ao céu quando vi que eles guardaram no cardápio alguns pratos do Bistrô 66. Eu fui de peixe crocante com molho (realmente) cremoso de azedinha e arroz croc-croc. Uma capa de croutons cobre o peixe e garante que ele seja crocante; o molho vem servido em quantidade generosa, dá para misturar com arroz e molhar o peixe sem miséria; o arroz é basmati, e o croc-croc é quinua frita (legal pois estala na boca, mas inconsequente para o paladar).

 

IMG_2418O namorado foi de galeto assado “à la moutarde de Dijon”, como dizia o cardápio. Servido em leito de funghi, o molho é servido à parte, tem aparência de molho madeira e um leve toque adocicado. Para acompanhar, batata crisp: chips hiper finos, crocantes e bem sequinhos.
O leito de funghi foi uma surpresa, já não consta da descrição do cardápio, nem mereceu qualquer observações adicional do garçom que pegou nossos pedidos.IMG_2417 Apesar de bem saborosa, essa opção não chegou aos pés do meu peixe.

Na hora da sobremesa, deixei o namorado escolher alguma das opções do cardápio para nós dividirmos e não me arrependi nem um pouco de ter deixado outra pessoa fazer esse plano. Já tínhamos entreouvido a mesa ao lado elogiando o “La palha italiana, Flor de Sal” e aí não conseguimos resistir: a palha era um brigadeiro gelado, desses que a gente come em festa de criança, com sabor de doce caseiro da infância, servido com sorvete e calda de caramelo, possivelmente um dos melhores doces que comi nos últimos tempos e, por incrível que pareça, não era nem um pouco enjoativo. O único porém foi a escassez da flor de sal.

O café lá é Nespresso e cada cliente escolha a variedade que preferir; vem servido com flocos de arroz envoltos em chocolate; o valor sugerido para o valet (R$ 15) pode ser incluído na conta.

Tirando as entradas (saladas, carpaccios, polentas) e a opção para crianças, fiquei com a impressão de  que nenhum prato sai por menos de R$ 60, além de ter achado o serviço um pouco lento. Para mim ficou claro que o Claude não decepciona no quesito paladar, mas sigo em dúvida: qual dos restaurantes dele espalhados pela Zona Sul do Rio de Janeiro é melhor?

(CT Trattorie – End.: Rua Alexandre Ferreira, 66, Lagoa – Tel.: 2266-0838 – http://cttrattorie.com.br/ )

Anúncios

Já foi lá? Não foi, mas ficou curiso(a)? Curtiu o post? Me conta tudo aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s