Serviço de bordo

Algumas pessoas têm o dom de fazer certos hábitos parecerem chiques e glamurosos. É o caso desse pessoal que pega ponte aérea: mini malas de rodinhas que deslizam sem esforço, ternos que parecem recém-passados, saltos que fazem clac-clac pelo saguão do aeroporto. Eu sou o contrário. Depois de um dia de trabalho, minhas roupas parecem… Continuar lendo Serviço de bordo

“Topzera”, #sqn

“Ninguém sabe descrever uma cidade, são as cidades que nos escrevem a nós.”  – No meu Peito não Cabem Pássaros, Nuno Camarneiro Cada cidade tem sua própria personalidade: características, sentimentos, ritmo próprio…. Uma cidade é muito mais que a soma de cada uma de suas partes e imprime em seus habitantes determinados hábitos e peculiaridades.… Continuar lendo “Topzera”, #sqn

O paraíso é um restaurante belga

Estive na Bélgica duas vezes e, desde então, sempre achei que o país é sub-apreciado. Cidadelas com arquitetura medieval bem preservadas, construções mais recentes com belos exemplos de art nouveau e, claro, ótima comida e bebida. Quando me deparei com um restaurante belga perto de casa, então, não tive dúvidas de que ele deveria ser nossa opção… Continuar lendo O paraíso é um restaurante belga

We´re not in Rio anymore

Quando penso em ‘mudança’, a primeira palavra que me vem à cabeça é um palavrão bem feio e bem sujo.  Se você (ainda) não passou por isso, tento explicar: pessoas invadem sua casa, desmontam e desarrumam tudo que você acabou de colocar no lugar. De quebra chega aquele momento  que não tem mais água gelada… Continuar lendo We´re not in Rio anymore

“Poesia Concreta de tuas Esquinas”

É tanta coisa acontecendo que falar de comida é a última coisa que passa pela cabeça. Mas depois dos últimos acontecimentos, só mesmo um vinho e uma nova aventura gastronômica para desanuviar a mente. Mudar de bairro é uma coisa, mudar de cidade é um pouco mais complicado, mas claro que qualquer escolha é fortemente… Continuar lendo “Poesia Concreta de tuas Esquinas”

Não vai ter post

Não ligo para o que certos veículos de informação andam falando por aí; fato é que o fechamento da Casa Daros​ é motivo de luto. Mas ainda dá tempo de curtir a expo de arte cubana, que é tudo e mais um pouco, e aproveitar as delícias do Mira! Em homenagem,  republicamos o post de Maio

Para vencer a preguiça

Carioca adora contar vantagem e dizer que faz tudo a pé e aí qualquer coisinha já é desculpa para não pegar o carro, quanto mais se for para ir para qualquer lugar mais distante que dois quarteirões. Resolvi contar lá no rio4fun que vale muito a pena deixar a preguiça de lado, cruzar a Ponte Rio-Niterói e