it’s getting better all the time

Comemorei meu aniversário de 19 anos no DOM. Desde então, o Alex Atala só ficou mais famoso, abriu novos empreendimentos e acabou saindo do meu radar por ser tão estabelecido. Até que resolvemos passear pela Vila Madalena e nos deparamos com o Açougue Central. Com fila de espera de mais ou menos 40 minutos às… Continuar lendo it’s getting better all the time

Vuelvo al Sur

Com 12 anos fui morar com meu pai. A partir daí, minha relação com minha mãe era baseada em almoços de fim de semana para os quais ela invariavelmente chegava (extremamente) atrasada. Acostumada a almoços que são quase jantares, a enxurrada de “estamos fechados” quando se tenta almoçar depois das 16hrs em São Paulo ainda me… Continuar lendo Vuelvo al Sur

Vontade é coisa que dá e (não) passa

Em tempos de incontáveis perfis de comida no Instagram,  abrir o aplicativo é criar um buraco eterno no estômago, uma insaciedade que mais parece um distúrbio alimentar por tudo que postam por ali. E foi assim que, no último fim de semana, me vi sonhando, salivando, babando por um entrecôte. Não podia ser qualquer bife com batata frita,… Continuar lendo Vontade é coisa que dá e (não) passa

We´re not in Rio anymore

Quando penso em ‘mudança’, a primeira palavra que me vem à cabeça é um palavrão bem feio e bem sujo.  Se você (ainda) não passou por isso, tento explicar: pessoas invadem sua casa, desmontam e desarrumam tudo que você acabou de colocar no lugar. De quebra chega aquele momento  que não tem mais água gelada… Continuar lendo We´re not in Rio anymore

Barriga llena, corazón contento

Às vezes sou uma pessoa extremamente influenciável, em outras vezes, nem tanto. Por exemplo: quando assisti “Contágio”, no dia seguinte eu acordei com todos os sintomas; mas quando me falam que carne vermelha faz mal, eu tenho dificuldade de acreditar. Tudo bem que cada organismo reage  de uma maneira e que comer um boi inteiro no almoço… Continuar lendo Barriga llena, corazón contento